. .

Alimentos seguros, vida segura

A segurança dos alimentos refere-se à qualidade da comida comercializada, ou seja, permite a proteção adequada dos nutrientes, pensando desde a produção até o consumo final, visando a saúde humana e também a sustentabilidade.

É importante principalmente para o combate das doenças transmitidas por alimentos (DTA). Mas quais são essas doenças? São aquelas causadas pela ingestão de alimentos e/ou água contaminados.

Existem mais de 250 tipos de DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos) no mundo, sendo que a maioria delas são infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e outros parasitas (principalmente por Salmonella, Escherichia coli e Staphylococcus). No entanto, há também surtos de doenças transmitidas por alimentos (DTA) e causados por vírus (rotavírus e norovírus) e, em menor proporção, por substâncias químicas.

Fatores como conservação, temperatura, manipulação e armazenamento são alguns dos principais causadores das DTAs. A contaminação pode ocorrer de várias formas: através de utensílios sujos, de higienização inadequada, da estocagem, bem como da preparação incorreta dos alimentos.

De acordo com o Ministério da Saúde, a campanha do Dia Mundial da Segurança dos Alimentos foi criada por resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, em 2018.

O portal informou que, atualmente, no mundo, estima-se que uma em cada dez pessoas adoecem após consumir alimentos contaminados, e que 420 mil pessoas morrem a cada ano, sendo que crianças menores de 5 anos são as mais afetadas, com 125 mil mortes anuais.

Dicas de como se proteger das doenças transmitidas por alimentos

1. Cheque o prazo de validade dos alimentos, a conservação e suas condições físicas, como aparência, consistência e odor.

2. Limpe bem os utensílios utilizados durante a preparação dos alimentos.

3. Lave as mãos antes e durante a preparação dos alimentos.

4. Separe alimentos crus dos cozidos ou prontos para comer e utilize utensílios diferentes para cada um deles (caso estejam contaminados), pois os alimentos crus podem transferir microorganismos a outros ingredientes durante a preparação.

5. Pescados e mariscos oferecem riscos, pois podem estar contaminados com toxinas que permanecem ativas mesmo depois do cozimento.

6. Evite consumir pratos que contêm ovos crus ou mal cozidos, como gemadas, ovos fritos molhes e maionese caseira.

Aproximadamente um terço dos surtos de doenças transmitidas por alimentos se originam no ambiente familiar! Então, aplique as dicas para prevenir e proteger aqueles que você mais ama. Para tudo ficar bem, GBOEX.