. .

Janeiro branco é o mês de conscientização da saúde mental e emocional

Começamos 2024 falando sobre isso, mas é importante que esse assunto venha à tona durante o ano. A prevenção de doenças como estresse, ansiedade, depressão e pânico são fundamentais para a população. Os transtornos mentais podem ser causadas por uma série de fatores, como genética, abuso de substâncias e traumas.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) os índices de pessoas com doenças mentais, principalmente depressão e ansiedade aumentaram bastante nos últimos anos. A COVID 19 acrescentou consideravelmente o agravamento desse quadro em grande parte da população. Dessa forma, falar sobre saúde mental é imprescindível.

Por isso, entenda como cuidar da saúde mental:
Um primeiro passo é ter cautela com as expectativas. Nada que seja inatingível, pois pode gerar frustração e consequentemente sofrimento emocional.
É importante estabelecer metas tangíveis, com prazos mais curtos ou divididas em etapas. Não é necessário esperar uma época específica, como dezembro ou janeiro, para traçar planos ou avaliar o percurso.
Ter uma atitude de autocobrança exagerada, pois pode dificultar o reconhecimento dos esforços e conquistas.
É essencial reconhecer as qualidades, habilidades e recursos internos para lidar com as adversidades e, se necessário, “reprogramar a rota”.
É fundamental reconhecer as emoções e o fluxo de pensamentos que as acompanham, é possível determinar de forma mais consciente o modo de agir e lidar com situações diversas.
Além disso, é importante fazer atividades que tragam satisfação. Momentos de lazer, prática de hobbies, esportes ou atividade física propiciam bem-estar psíquico e são estratégias importantes para lidar com o estresse. Investir em bons hábitos alimentares e dormir bem também é essencial.
O sofrimento emocional, associado ou não a um transtorno mental, pode ser prevenido ou atenuado se as pessoas conhecerem estratégias para cuidar da saúde mental. Reconhecer a presença dele é o primeiro passo para alcançar melhor qualidade de vida, pois a partir daí é possível buscar caminhos terapêuticos para lidar com os problemas emocionais.

Se você precisar de ajuda, consulte um profissional da área de saúde, e conte também com os credenciados na Rede de Convênios GBOEX.

Fonte: Universidade Federal de Pelotas

GBOEX: planos para a sua vida.